Buscar
  • Clínica de Olhos Jund Eye

7 dúvidas frequentes sobre a catarata

A importância da visão

A visão é o mais importante sentido do ser humano. Através dela recebemos aproximadamente 70% das informações do mundo exterior. Portanto, enxergar bem está

intimamente relacionado à nossa qualidade de vida.

Comparação de uma visão normal e uma visão com catarata
  1. O que é Catarata? É a opacificação do cristalino, lente natural dos olhos responsável pela focalização das imagens. A catarata causa diminuição gradual e progressiva da acuidade visual. Muitas vezes esta perda é tão lenta que o paciente nem percebe, até ter o diagnóstico em uma consulta oftalmológica. A perda da visão é variável conforme o tipo e a intensidade da opacificação. Em alguns casos é maior de dia do que à noite ou é pior para longe do que para perto. É extremamente frequente que os pacientes após operaremo primeiro olho digam: Como eu estava vendo mal e não sabia!

  2. Quando devo operar? Ainda existem pessoas que acham que a catarata precisa estar "madura" para ser operada. Este conceito está em desuso já há pelo menos 30 anos devido ao desenvolvimento de técnicas minimamente invasivas e extremamente seguras que permitem que a catarata seja operada mesmo em seus estágios iniciais.

  3. Qual o sentido em esperar que alguma doença se torne avançada para ser tratada? Nenhum, e com a catarata certamente não é diferente. Normalmente após uma perda de 20 a 30% da visão já podemos considerar a indicação de remoção da catarata, embora em alguns casos, até antes, dependendo das exigências visuais de cada um. Entretanto, considerarmos apenas a acuidade visual medida no consultório para constatar a deterioração da função visual causada pela catarata pode ser enganoso. sensibilidade aos contrastes sofre uma queda importante nos pacientes com catarata, principalmente na visão noturna, dificultando sobremaneira a visualização das imagens sob baixa iluminação.

  4. Qual o objetivo da cirurgia? O objetivo principal é remover o cristalino opacificado e substituí-lo por uma prótese artificial transparente, a Lente Intraocular, que permanecerá dentro do olho do paciente por toda sua vida, sem necessidade de ser substituída jamais. Além disso, como um ganho secundário importante, o paciente pode também diminuir ou até mesmo eliminar a dependência do uso de óculos.

  5. Como é a cirurgia? O procedimento chama-se Facoemulsificação Ultrassônica com implante de Lente Intraocular. É feito em regime ambulatorial (sem internação), tem curta duração (em torno de 10 minutos), sob anestesia tópica (colírio anestésico) e sedação leve. O paciente tem alta imediata após, e não há de usar curativo ocular. necessidade sequer de usar curativo ocular.

  6. Como é o preparo? Consiste em alguns exames clínicos (eletrocardiograma e exames de sangue) e exames oftalmológicos específicos para verificar se o paciente apresenta alguma outra doença ocular além da catarata, bem como cálculos para se determinar o grau da lente intraocular (LIO) a ser implantada.

  7. Como é a recuperação?Ao contrário do que muita gente pensa a recuperação muda muito pouco a rotina diária. Basicamente deve-se evitar traumatismos no olho operado e grandes esforços físicos por uma ou duas semanas. Além disso, é necessário utilizar alguns colírios durante aproximadamente 45 dias. No mais a vida segue normal, podendo ler, assistir TV, utilizar computador, dirigir, realizar tarefas domésticas, caminhar, frequentar academia e sair de casa sem nenhuma limitação. Além disso, e mais importante, fará tudo isso vendo melhor!

  8. O que é a Lente Intraocular (LIO) Este tópico merece uma atenção especial, pois a escolha da LIO será determinante na visão definitiva do paciente. Muitas pessoas que usam óculos gostariam de poder voltar a enxergar sem depender deles. A cirurgia da catarata pode proporcionar esta oportunidade única. De que maneira? Optando pela LIO adequada às necessidades individuais de cada paciente. É possível com o implante da LIO neutralizar praticamente qualquer tipo de grau que o paciente tenha. Basicamente temos no dia a dia a necessidade de enxergar em 3 distâncias:

  • Para perto: ler, escrever, realizar trabalhos manuais, ver as horas, atender ao celular, comer;

  • Meia distância: computador, tocar um instrumento, jogar cartas, cozinhar, ver preços no supermercado, ver o painel do carro;

  • Para longe: Dirigir, assistir TV ou cinema, praticar esportes, ir a atividades sociais, ir à praia ou piscina ou mesmo quando estamos sem fazer nada.


Lente Intra Ocular (LIO)

A escolha adequada da LIO ao seu perfil pode permitir a liberdade de desfrutar a vida sem a dependência dos óculos ou usá-los apernas ocasionalmente. Existem basicamente dois tipos de Lentes Intraoculares:


Monofocais: Só permitem visão para longe. Dessa forma, qualquer atividade que necessite de visão para perto ou meia distância haverá a necessidade de uso de óculos.


Visão Monofocal

Trifocais: Permitem enxergar em todas as distâncias, proporcionando uma independência praticamente completa dos óculos.


Visão Trifocal

Você receberá também um questionário para avaliarmos as suas necessidades visuais e após realizar os exames pré-operatórios terá a oportunidade de discutir detalhadamente suas opções e dúvidas com as nossas consultoras cirúrgicas. E claro, estarei à disposição sempre que se fizer necessário.


Caso esteja sentindo alguns dos sintomas informados, consulte um oftalmologista.


Escrito por: Dr. Paulo E. C. Comegno (Consultas clique aqui)

54 visualizações

Tel: 011-4521-3966

Rua Anchieta, 631/639, Vila Boaventura, Jundiaí-SP

  • Branca Ícone Instagram
  • White Facebook Icon