SUB-ESPECIALIDADES MÉDICAS
 Ceratocone

Ceratocone 2.jpg
Ceratocone 1.jpg

O Ceratocone é uma condição na qual o estroma corneano apresenta baixa rigidez, tornando-se mais elástico e fino. Essa perda de rigidez permite a formação de uma área abaulada (ectasia) mais protrusa (cone), com consequente irregularidade da curvatura corneana e diminuição acentuada da acuidade visual. Isto se deve ao fato de que a estrutura da córnea, composta por fibras colágenas sofrer alterações que reduzem a sua espessura e sua resistência biomecânica.
É uma doença que costuma se manifestar no início da adolescência e geralmente tende a ser progressiva, bilateral e assimétrica.

Acomete em média 1/2.000 pessoas.

Entre os principais fatores de risco estão: hereditariedade, doenças alérgicas (rinite, bronquite) e principalmente o ato de coçar os olhos.

O sintoma principal é a perda progressiva da acuidade visual que não costuma melhorar com a troca dos óculos, o que se torna cada vez mais frequente. Quando a visão com óculos não é mais satisfatória, há a necessidade de se utilizar lentes de contato específicas para o formato da córnea, e nos casos mais severos, pode haver indicação de procedimentos como crosslinking de colágeno, implante de anel intraaestromal ou até mesmo transplante de córnea.

O diagnóstico nas fases iniciais geralmente só é possível através de métodos de imagem, como a topografia e a tomografia da córnea.

📞Ficou com alguma dúvida? Entre em contato e agende uma consulta de avaliação👇

Esta apresentação fornece uma visão geral do Ceratocone, como afeta o olho e os efeitos resultantes na visão. Saiba mais detalhes, assistindo o vídeo abaixo:

Whatsapp-1.png